Vendida para a Microsoft por mais de 26 bilhões de dólares, a rede social Linkedin é uma grande oportunidade também para empresas de micro porte, chamadas de microempresas, que precisam de uma divulgação, mas não contam com grandes volumes financeiros. Veja dicas e lista de cases de sucesso que podem lhe ajudar.011

Para ajudar nesta tarefa, organizei 7 regras de sucesso no Linkedin. Acredito que, seguindo esses passos, aliados ao trabalho em outras redes sociais, como Facebook, Instagram e Whatsapp, apensar de pouco recurso de divulgação, é possível grande projeção.

REGRA #1 – Antes de tudo, trabalhe no visual do seu perfil pessoal e corporativo. Se não fizer isso, vão duvidar que você é uma empresa ou que tem canadian pharmacy viagra realmente alguma credibilidade. Se você é o dono da empresa, é importante que seu perfil também esteja bem informado, com seus cursos, prêmios e conexões com outras pessoas importantes.

REGRA #2 – Agora que sua página está visualmente coerente, vale a pena começar a rechear seu perfil. Você precisará de um membro divulgador, que pode ser o próprio dono ou alguns gestores. Essas pessoas devem fazer relacionamento (comentar, curtir e até entrar em contato) com outras pessoas importantes. Isso pode ativar o gatilho mental de reciprocidade.

REGRA #3 – Faça parte de grupos de discussão. Dessa forma, você começará a divulgar sua empresa de forma não intrusiva. Seja um dos mais participativos, com conteúdos de relevância. Assim, duvido que alguém não se lembre de você.

REGRA #4 – Com as bases consolidadas, agora sim sua empresa pode se lançar pra valer! E para se lançar, deve investir: updates patrocinados é a saída! Ou seja, construa canadian pharmacy online conteúdos que despertem curiosidade e agreguem autoridade à sua marca e, depois, patrocine.

REGRA #5 – Deixa conteúdos extras disponíveis para quem visitar seu canal no Linkedin. Mas não esqueça: caso não seja apenas posts, mas sim e-books, webinários ou outros conteúdos mais densos, disponibilize esses conteúdos apenas mediante cadastro de e-mail ou telefone. Isso lhe fará acumular uma rica base de dados.

REGRA #6 – Agregue plugin do próprio Linkedin que puxe conteúdos de outras plataformas. A sugestão é integrar seu Linkedin com Slideshare e seu blog no WordPress. Para verificar essa possibilidade, acesse https://www.linkedin.com/psettings/ e verifique seus parceiros de conteúdo, que devem ser outros canais on-line.

REGRA #7 – Estude o que grandes influentes do Linkedin fazem. Para conhecer quem o próprio Linkedin atesta como influente, basta acessar: https://www.linkedin.com/pulse/discover

Vale sempre ressaltar que o Linkedin se apresenta como uma enorme oportunidade profissional – mas, claro, se esse profissional souber usar os recursos dessa rede social. Muitos buy modafinil acreditam que o Linkedin serve apenas para conseguir novos ou melhores empregos. Contudo, é importante frisar que ele serve também para agregar autoridade à sua imagem como profissional. Mas esse é um papo para outro momento.

Espero que curtam. Não esquece de deixar seu comentário aqui ou nas minhas redes sociais sobre que conteúdo deseja que eu publique. Grande abraço e até lá.